INDICAÇÕES E RESULTADOS DA PRÓTESE/ARTROPLASTIA DO QUADRIL

  • Página Inicial
  • INDICAÇÕES E RESULTADOS DA PRÓTESE/ARTROPLASTIA DO QUADRIL

   

Artroplastia do quadril é uma das cirurgias ortopédicas de maior sucesso. Este procedimento é conhecido leigamente como prótese total de quadril e tem o potencial de aliviar a dor e restaurar a funçāo de pacientes com variadas enfermidades do quadril. Tarefas simples como levar o cachorro de estimação para passear podem significar muito na vida de alguns e a artroplastia pode devolver o prazer de viver, possibilitando que se durma e faça exercícios físicos sem dor. 

   

   

Já no início do século 20 pesquisava-se a utilização de materiais sintéticos para substituiçāo da articulação do quadril, porém foi nos anos 60 que John Charnley alcançou sucesso utilizando a prótese desenvolvida por ele, ditando os princípios da cirurgia utilizados até hoje. Cerca de 500 mil artroplastias do quadril são realizadas no mundo a cada ano e as indicações e resultados continuam a evoluir.

 

A estrutura óssea do quadril é composta pelo acetábulo e cabeça femoral, conhecida como articulação bola em soquete. A bola representando a cabeça femoral e o soquete o acetábulo, este tendo a forma de uma “colher de sorvete”. 

 

Qualquer doença que afete a cabeça femoral ou acetábulo pode levar a dor e deformidade no quadril. A artroplastia do quadril consiste na substituição da articulação doente por materiais sintéticos metálicos, plásticos e cerâmicos. Da mesma forma que um quadril natural, a prótese de quadril possui basicamente 2 partes: componente acetabular e componente femoral. Existe uma diversidade de modelos disponíveis, variando deste o meio como se fixa a prótese ao osso até o tipo de material utilizado onde ocorre o movimento.

 

A artroplastia alivia ou elimina a dor no quadril, restaurando a mobilidade e função do quadril. Sintomas na coluna lombar e joelhos podem diminuir após artroplastia em pacientes com doenças do quadril, desde que alguns pacientes usam articulaçōes adjacentes para compensar a perda de mobilidade no quadril.

 

Indicaçōes

 

Dor é o principal sintoma dos pacientes que se submetem a esta cirurgia. Geralmente é localizada na virilha. Doenças do quadril também podem causar dor glútea, na coxa ou joelho. Os sintomas são tipicamente causados pela movimentação do quadril, mas também podem acontecer em repouso. Perda da mobilidade e rigidez são relatadas pelos pacientes. 


A qualidade de vida é significativamente reduzida. Tarefas simples tornam-se um desafio: entrar no carro, colocar as meias, subir escadas ou sentar por mais de 30 minutos. Até mesmo dormir pode eventualmente tornar-se difícil, desde que não se consegue encontrar uma posição que evite dor. Bengalas e muletas são frequentemente usadas para auxiliar a marcha e o equilíbrio. 


Doenças no quadril também podem piorar a saúde em geral, desde que pacientes com dor não se exercitam, engordam e tornam-se depressivos. Entram em um "círculo vicioso" de dor e inatividade. O quadril é uma articulação fundamental para uma vida normal e a artroplastia de quadril pode trazer de volta uma vida ativa.


Principais indicaçōes de artroplastia do quadril :

Osteoartrose

Displasia do quadril

Osteonecrose da cabeça femoral

Impacto fêmoro-acetabular

Lesões labrais

Artrite reumatóide

Artrite psoriática

Sequelas de doenças do quadril na infância

Fraturas e sequelas de fraturas

 

É importante frisar que estas são apenas as principais indicaçōes. Muitas outras enfermidades do quadril podem ser tratadas com esta técnica. 

 

Quando Fazer a Cirurgia

 

A artroplastia do quadril tem o potencial de melhorar a vida de muitos pacientes, devolvendo-os uma vida sem dor, com liberdade e movimento. Porém, implanta-se materiais sintéticos em grande quantidade, que nunca serão melhores que o quadril natural. 

Técnicas artroscópicas e de preservação do quadril tem permitido bons resultados em muitos pacientes sem os potenciais riscos da artroplastia. Assim, a prótese de quadril deve ser realizada quando técnicas menos invasivas não puderem resolver o problema. 

Decidido que a prótese é a melhor alternativa, pesam-se basicamente 2 fatores para definir quando se fazer a cirurgia: qual a severidade da dor e quais as limitações. Sabe-se que quanto mais se adiar a cirurgia, menor a chance de uma segunda cirurgia. Por outro lado, também sabe-se que pacientes com severa limitação funcional não recuperam tão bem quanto aqueles que realizam a cirurgia mais precocemente. Não se trata de matemática. A melhor decisão deve vir do bom senso do cirurgião, decidindo em conjunto com o paciente. 

 

Resultados

Estudos mostram que mais de 90% das artroplastias de quadril funciona bem e sem dor após 10 a 15 anos da cirurgia. A tendência é que a durabilidade aumente com a melhora na qualidade dos materiais utilizados. Existem muitos fatores que afetam a durabilidade da prótese, incluindo o tipo de material utilizado, a técnica cirúrgica, e a idade dos pacientes. 

Pacientes jovens e idosos podem se beneficiar desta cirurgia, porém falha precoce da prótese é mais comum em pacientes jovens e ativos. De maneira geral os pacientes devem evitar esportes de impacto ou trabalhos que exijam alto esforço físico. 

Atividades físicas intensas certamente diminuem a durabilidade e os bons resultados das artroplastias de quadril a longo prazo. Entretanto, diferentes técnicas e materiais podem ser utilizados para melhorar os resultados em pacientes com elevados níveis de atividade.


Para diagnóstico e tratamento correto, é fundamental avaliação médica. Agende um horário pelo (45) 3222-1440.

 Fonte: Quadril